Coordenadores do Jovem Aprendiz participam de reunião no MPT

Ministério Público do Trabalho adverte sobre a importância de combater o trabalho escravo e infantil.

Foto: FAMI

Mesmo em mês de férias o trabalho da FAMI não para. No último dia 12, equipe da Fundação participa de reunião com o Procurador do Ministério Público do Trabalho (MPT).

Além da preocupação em se combater o trabalho infantil e o trabalho escravo, na ocasião também foram discutidas técnicas de inovação e melhoria do Programa de Aprendizagem.

A busca pelo conhecimento é essencial, uma vez que permite que estejamos sempre alcançando melhorias e avanços em nosso trabalho.

É importante frisar que o trabalho infantil é ilegal no Brasil e em diversos outros países. Isso porque ele priva crianças e adolescentes de uma infância normal, impedindo-os não só de frequentar a escola e estudar normalmente, mas também de desenvolver de maneira saudável todas as suas capacidades e habilidades.

O trabalho infantil rouba os sonhos de uma criança, e na maioria das vezes, as colocam em situações degradantes, vulneráveis e de extremo risco a sua saúde. Criança precisa brincar e estudar, para que quando adultos, possam se tornar profissionais realizados e saudáveis.

Em breve, teremos boas novidades para vocês!

Redação FAMI