Com quarentena prorrogada, FAMI segue com suas atividades suspensas

Anunciada na última sexta-feira (3/4) pelo chefe do Governo Estadual Ronaldo Caiado, a prorrogação tem o intuito de preservar a vida dos goianos.

Foto: FAMI

Todos os dias os noticiários de TV nos mostram números mais alarmantes de contaminados e vítimas fatais do COVID-19. Por assim ser, as autoridades públicas tem tomado decisões importantes que visam conter o avanço do vírus, de modo que possam sofrer o mínimo de impacto possível.

Para a Organização Mundial da Saúde - OMS o melhor e mais eficaz remédio ainda é o isolamento social, ou seja, ficar em casa. Instrução essa que o governador do Estado de Goiás, Ronaldo Caiado, tem seguido a risca.

Para proteger a vida e a saúde dos goianos, Ronaldo Caiado foi um dos primeiros governadores do país a decretar o isolamento social como medida de prevenção e contenção da contaminação pelo corona vírus.

E neste sentido, em entrevista coletiva dada na última sexta-feira (3/4) o governador declarou que “A quarentena em Goiás está prorrogada por mais 15 dias”. Ronaldo Caiado acredita que o isolamento social ainda é a melhor alternativa para conter o avanço do COVID-19 , e, desta forma, preservar a vida dos goianos.

O decreto vale até o próximo dia 19 de abril, e, por isso, a Fundação de Assistência ao Menor Inhumense continuará com suas atividades coletivas suspensas – PROGRAMA CAMINHAR, PROGRAMA BOMBEIRO e POLÍCIA MIRIM, e, JOVEM APRENDIZ.

De acordo com o governo do Estado de Goiás, a extensão das medidas de isolamento foi definida com base em estudos que apontam para o achatamento da curva da Coivid-19 em Goiás, o que evitaria um colapso no sistema de saúde.

Segundo dados oficiais da Secretaria Estadual de Saúde até a data de ontem (5/4), Goiás tinha o número de 115 casos confirmados do novo coronavíros, com 3 mortes. A Secretaria ainda investiga 2.138 casos suspeitos.

Enquanto isso no município de Inhumas, segundo último boletim divulgado nas redes sociais da prefeitura municipal (5/4), nós temos 11 casos suspeitos e 27 casos descartados.

A família FAMI ressalta que, a priori, o isolamento social tem trago bons resultados para nosso Estado e Município, razão pela qual, pede para que a população continue obedecendo as instruções, pois só assim todos nós, nossos amigos e familiares, venceremos esta crise mundial com saúde e dignidade.

Redação FAMI